19 dezembro 2014

Fornecedor da Apple é mau que nem o Pica-Pau



Quando você e eu pensamos em fornecedor da Apple, geralmente o nome que vem à cabeça é Foxxconn, aquela empresa desumana cujos funcionários se suicidavam pulando do próprio prédio.

Mas agora surge um escândalo de outro fornecedor, com o nome (digamos, curioso) de Pegatron (pega aqui, Megatron?), que consegue fazer um turno de trabalho na Foxxconn parecer um domingo no parque.


O site sacom.hk (Students and Scholars against Corporate Misbehaviour) jogou a treta no ventilador com uma reportagem que garante que a Pegatron, para maximizar suas condições de construir iCoisas (e, claro, para ganhar contratos que iriam para outros fornecedores, como a Foxxconn), pratica toda uma série de maldades com seus funcionários, num escândalo que eles chamaram de iSlave.

Este é o tipo de coisa que a reportagem informa ocorrer na Pegatron:

  • Funcionários sem folga por até 2 meses e meio - Os funcionários trabalham por até 10 semanas sem nenhum dia de descanso remunerado durante a temporada de pico de produção, num ritmo de 12-15 horas ou até um pouco mais.
  • Funcionários trabalham sem EPI - Equipamentos de proteção individual não são fornecidos aos funcionários que trabalham em posições de risco, e há informações sobre funcionários que até mesmo desmaiam no meio da linha de produção.
  • Exames admissionais são cobrados - quer trabalhar na Pegatron? Traga seu próprio atestado médico admissional, pago por você. 
  • Não pede pra sair! - Nem o Capitão Nascimento conseguiria ser tão sacana. Se o funcionário da Pegatron quiser pedir demissão, vai ter que esperar um tempão e se perder na burocracia (forçada), até que tenha a aprovação (!) do empregador, o que os obriga a sair sem documentação regularizada e perdendo pelo menos 15 dias de renda. 
  •  Contratação irregular - e se eu te disser que a maioria dos empregados da Pegatron é formado por empregados do setor de expedição? Isso mesmo: uma fábrica onde tem mais funcionário registrado na expedição do que na linha de montagem. Estranho? Pois é: eles contratam muita gente como se fosse expedição para evitar pagar benefícios trabalhistas, como seguro social e para evitar ações judiciais.  
Estamos de butuca, Pegatron!

Sei não, mas se alguém aí acredita em Karma, é melhor passar longe de comprar um iPhone!

Nenhum comentário:

Postar um comentário